Terça-feira, 17 de Abril de 2007

...

publicado por lua_joana às 19:18
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Carta a Joana

Querida Joana,

Os tempos de escola são sempre difíceis, o 10º ano é a matar! Temos estado a fazer vários trabalhos em todas as disciplinas. O nosso clã chama-se Five Teens e somos cinco raparigas, como podes calcular! É um trabalho super giro para um concurso no Sapo (Sapo Challenge)! Primeiro lemos o livro (por acaso gostei bastante); é um pouco triste, mas a história em si é interessante e transmite uma mensagem muito significativa. Fizemos um vídeo para apresentar o grupo, mas é difícil gerir o tempo entre o trabalho e as aulas. De qualquer forma ficou engraçado, embora desejássemos que tivesse ficado melhor!
Fizemos, também, uma entrevista imaginária com a autora do livro Maria Teresa Maia Gonzalez. Queríamos fazer a entrevista à autora, conseguimos os contactos e tudo, mas a senhora não atendia o telefone. Foi uma pena. Em vez disso pesquisámos sobre a autora (já tínhamos feito uma biografia anteriormente) e elaborámos respostas imaginárias.
O mais engraçado foi mesmo um vídeo que fizemos: fingimos que éramos jornalistas e fizemos entrevistas; eu fiz de toxicodependente e de “leitora”; a Joana era a minha colega, igualmente toxicodependente, e fez também de jornalista, a Sara fez de entrevistada, a Karen fez de jornalista de exterior, a Andreia também foi entrevistada sobre o mundo das drogas. Pedimos a uns colegas nossos, o Luís, o Lauro e o Diogo, para nos ajudarem e eles fizeram também de entrevistados. Também interpelámos o professor de Português e a professora de TIC, mas como a última entrevista tinha ficado muito barulhenta acabámos por não a colocar. Não imaginas o trabalho que foi para passar o vídeo para o blogue! Este trabalho foi definitivamente o mais engraçado até agora. De momento estamos a fazer uns questionários sobre a droga e um trabalho que nos vai ajudar a saber mais sobre este tema. É horrível Joana! A droga mata as pessoas por dentro e mais tarde por fora também… Já vimos gente na rua, completamente inconsciente, que é capaz de cometer loucuras, só por uma dose de droga! É uma tristeza. Este trabalho ajudou-nos a ver como a droga é, o que faz! Não é preciso experimentar para saber como é má. Depois deste trabalho tenho a certeza de que nenhuma de nós seria o suficientemente frágil para cair nas drogas!
É pena que não tenhamos chegado a tempo para te avisar! Devias ter tido consciência, mas em vez disso entregaste-te completamente às drogas. Não entendemos! Como pudeste fazer isso mesmo depois da morte da Marta?
Bem, deixa lá! Como vai a tua Lua?

Beijos,
Five Teens

sinto-me:
publicado por lua_joana às 17:31
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

Artigo sobre a Droga

Todos os anos são inúmeros os casos de overdose em adolescentes. O consumo de drogas ocorre cada vez mais cedo, erro que poderá ter consequências graves para a sua saúde futura.

Numa discoteca, pouco depois da meia-noite, o consumo de drogas é visível. A cada canto encontra-se alguém a consumir, geralmente encontram-se em grupos, consomem desde pastilhas (ecstasy) até drogas fumáveis. O motivo para o qual o fazem não o sabemos concretamente, por vezes fazem-no para se integrarem melhor no grupo ou para se desinibirem.

“Ganza”, “Parampos”, “Chutar”,”Fazer a sopa”,”Bife” são expressões que fazem parte do vocabulário da grande maioria dos jovens. A todo o momento são inventados nomes que substituem os verdadeiros nomes das drogas que consomem.

Importa saber, afinal, o que são as drogas. Uma droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organismo, modifica as suas funções. As drogas naturais são obtidas através de determinadas plantas, de animais e de alguns minerais. As drogas sintéticas são fabricadas em laboratório, exigindo para isso técnicas especiais. O termo droga tem várias interpretações, mas para senso comum é uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo, modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento. As drogas estão classificadas em três categorias: as estimulantes, os depressores e os perturbadores das actividades mentais. O termo droga envolve os analgésicos, estimulantes, alucinógenios, tranquilizantes e barbitúricos, além do álcool e substâncias voláteis. As psicotrópicas são as drogas que têm tropismo e afectam o sistema nervoso central, modificando as actividades psíquicas e o comportamento. Essas drogas podem ser absorvidas de várias formas: por injecção, por inalação, por via oral e injecção intravenosa.

Não só nas discotecas se verifica esse consumo de drogas; nas escolas é cada vez mais frequente ver jovens adolescentes a consumir, geralmente drogas fumáveis. Um jovem relatou-nos a sua história e afirmou: “ comecei a consumir para esquecer os problemas, sinto-me só”. Parecendo isto uma realidade absurda é algo que passa pela cabeça de inúmeros jovens. Alguns dos jovens não o fazem para esquecer os problemas, muitos deles fazem-no por suborno, outros para serem aceites pelos amigos, alguns por curiosidade e outros que o fazem para serem como os seus ídolos.

Nem sempre os ídolos fazem as coisas mais correctas, uma vez que o consumo de drogas é muito frequente nos famosos. Ao ver estes exemplos através da televisão, do cinema ou até da rádio, os jovens procuram ser semelhantes aos seus ídolos. As imagens de Bob Marley e Marilyn Monroe são bastante admiradas pelos jovens. Ao quererem segui-las inúmeros jovens morrem de overdose, encontrando um paralelo em Marilyn.

O acesso a drogas é muito fácil na escola e em qualquer local é possível comprar drogas.

Os jovens de hoje em dia não têm ideia das consequências que o consumo de drogas pode ter. Apesar de se falar muito no assunto não é o suficiente. Em casa e nas escolas o tema não é muito falado. Após um inquérito por nós realizado percebemos que imensos jovens e adolescentes acha que a escola devia ter um papel mais activo na prevenção desta realidade.

sinto-me:
publicado por lua_joana às 17:30
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

Questionários sobre a droga, aplicado na Escola Secundária D. João II

Surgiu uma nova etapa, um tema à nossa escolha! Resolvemos optar por um tema abordado pelo livro “A Lua de Joana”- as drogas. Trata-se de um tema chocante e horrível! Mais horrível ainda saber que tanta gente continua a consumir drogas, mesmo tendo consciência das consequências e até mesmo conhecendo de perto casos graves vividos por amigos.
A droga tira a alma a qualquer um. Empenhámo-nos imenso neste trabalho, pois era uma forma de ficarmos mais informados sobre o assunto. 
 Aplicámos um questionário e obtivemos os resultados que a seguir apresentamos.

 

 


 

Sexo

Frequência absoluta

Frequência relativa

Masculino

13

38%

Feminino

21

62%

Total

34

100%

 A maioria (62%) dos inquiridos pertencem ao sexo feminino - 34 inquiridos  responderam ao nosso questionário.

 

Idade

Frequência absoluta

Frequência relativa

13

9

26%

14

4

12%

15

10

29%

16

6

18%

17

2

6%

35

1

3%

49

1

3%

52

1

3%

Total

34

100%

Os nossos inquiridos têm idades compreendidas entre 13 e 52 anos.

Já experimentou algum tipo de droga?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Sim

8

24%

Não

26

76%

Total

34

100%

Apenas 24% dos nossos inquiridos experimentaram drogas enquanto que 76% nunca viveram essa experiência.

Se sim, qual?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Marijuana

3

11%

Cocaína

2

7%

LSD

2

7%

Pólen

6

22%

PCP

1

4%

Xamon

6

22%

Ecstasy

1

4%

Heroína

1

4%

Bolota

5

19%

Total

27

100%

Os que já consumiram drogas, consumiram desde Marijuana a Bolota. A partir destes resultados, podemos concluir que a circulação de drogas é "fácil" e pouco controlada.

Qual a razão que o levou a fazê-lo?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Necessidade de isolamento

2

25%

Curiosidade

5

63%

Outras

1

13%

Total

8

100%

A razão quel levou muitos inquiridos a consumir drogas foi essencialmente a curiosidade.

 

Se não experimentou, gostaria de o ter feito?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Sim

2

6%

Não

32

94%

Total

34

100%

A maioria não lamenta nunca ter experimentado.

Qual o motivo de não ter experimentado algum tipo de droga?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Medo das consequências

6

21%

As drogas não significam nada para mim

21

75%

Outros

1

4%

Total

28

100%

A maior parte dos inquiridos refere que nunca experimentou porque as drogas não têm nenhum significado para si.

Pensa que está informado sobre as consequências da droga?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Sim

31

89%

Não

0

0%

Não tenho a certeza

4

11%

Total

35

100%

Grande parte dos inquiridos revela estar informado sobre as consequências do consumo de droga.

Acha que as escolas deveriam ter um papel mais activo neste assunto?

Frequência absoluta

Frequência relativa

Sim

24

71%

Não

10

29%

Total

34

100%</f

publicado por lua_joana às 14:30
link | comentar | favorito
Domingo, 25 de Fevereiro de 2007

Reportagem sobre o livro a Lua de Joana e as Drogas

Fizemos uma reportagem sobre o livro a Lua de Joana e as drogas uma vez que este é o tema central do livro.

Questionámos alguns colegas e professores da escola. Na nossa reportagem colocamos questões sobre o livro e abordamos também o tema “Droga”. Alguns alunos falaram-nos sobre a experiência que viveram com amigos, a sua opinião sobre a vontade de experimentar e consumir drogas na adolescência.

 

publicado por lua_joana às 18:32
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007

Entrevista "imaginária" a Maria Teresa Maia Gonzalez

Introdução

A autora Maria Teresa Maia Gonzalez, nasceu em Coimbra, no ano 1958. Neste momento, reside em Lisboa. É uma Importante escritora, escreveu mais de 50 obras, destinadas ao público jovem!

 

 

FT. Fale-nos acerca da sua vida académica.

MTG. Andei na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Já fui professora, mas de momento dedico-me à escrita. O meu maior sucesso foi sem dúvida "A Lua de Joana" mas tive também muito sucesso nas imensas publicações da Colecção "O Clube das Chaves".


FT.O que acha que o livro transmite aos jovens? 

A maneira como se deve olhar para o Mundo das drogas e o quanto esse Mundo pode ser escuro e mortífero.

FT.Qual foi o seu primeiro livro?

MTG. (risos) "Gaspar e mariana".

 
FT. O que sentiu ao publicá-lo?

MTG.(risos) A mesma emoção que qualquer autor deve sentir na sua primeira publicação.


FT.Os seus livros já originaram alguma peça de teatro?

MTG. Sim, especialmente "A Lua de Joana".


FT.Gostaria que os seus livros desse origem a um filme?

MTG.(hesitações e risos) Penso que esse seja o sonho de qualquer autor. Por enquanto já me satisfaço com a série de 'O Clube Das Chaves".

FT. Os seus livros destinam-se mais aos jovens, porquê?

MTG. Na minha juventude relacionava-me muito com as histórias dos meus autores favoritos.


FT. Pretende escrever algum livro brevemente?

MTG. Claro, o gosto pela escrita nunca irá terminar e ainda tenho uma longa vida para poder fazer aquilo que realmente gosto: Escrever!


FT. Para terminar, mencione algumas das suas obras.

"A Lua de Joana"

as mais de 20 obras da colecção de "O Clube das Chaves"

"Adivinhas com bichos"

"Ser Invulgar"

"Bicho em Perigo"

"Quase Adolescente"

"Os Campistas"

"A Rapariga Voadora"

"O amigo do Computador"

"Gaspar e Mariana"

"O incendiário misterioso"

"O Pedro e o Papa"

"O Pai no Tecto"

"Fonte dos Segredos"

enfim, variados.

 

Obrigado pelas informações.

 

Fontes:

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Teresa_Maia_Gonzalez

http://www.editorialverbo.pt/default.asp?s=100&ctd=1675

http://www.editpresenca.pt/autores_resultado_detalhe.asp?letra=G&autor=2346

http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/portugues/portugues_trabalhos/fichaleitura.htm

sinto-me:
publicado por lua_joana às 23:53
link | comentar | favorito
Sábado, 10 de Fevereiro de 2007

Apresentação do Clã Five Teens e da Escola Secundária D. João II

publicado por lua_joana às 01:06
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

Biografia de Maria Gonzalez

Maria Teresa Gonzalez nasceu em Coimbra, em 1958. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa de 1982 e 1997, no ensino oficial e particular.
Maria Teresa Gonzalez é escritora, professora, entre outras, algumas das suas obras são: Gaspar & Mariana, A Fonte dos Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário Misterioso, A Lua de Joana (editada também na Alemanha, Bulgária, Albânia e Espanha), histórias com Jesus, A Cruz Vazia, Anti-Bonsai, Contemplação da Coroa, Retratos Imperfeitos (poesia), colecção Profissão: Adolescente onde conta com 19 títulos publicados.
publicado por lua_joana às 16:58
link | comentar | ver comentários (5) | favorito

Uma viagem através de... A Lua de Joana

“A Lua de Joana!” é uma obra composta, por várias cartas escritas por Joana à sua amiga Marta, que morreu com uma overdose devido ao consumo de drogas.
A primeira carta é escrita no 14º aniversário de Joana e ela tinha recebido um óptimo presente: uma remodelação do quarto. Agora era todo branco e tinha um baloiço em forma de lua preso ao tecto por uma corrente.
A família de Joana não é das melhores. O pai quase nunca está em casa porque o trabalho de cirurgião leva-lhe demasiado tempo; a mãe é a típica “tia” que dá demasiada importância à roupa e às festas e o irmão está a passar por dificuldades psicológicas, ou seja, não fala, grunhe. O único familiar com quem Joana pode contar é a avó Ju que está sempre pronta a ajudar-lhe.
A Joana era uma rapariga normal. Tirava boas notas, gostava de escrever e pintar. A sua melhor amiga chama-se Marta e tinha uma família que Joana gostava imenso.
Após a morte de Marta, Joana passa um mau bocado assim como o irmão de Marta que recusa-se a falar sobre o assunto pois não percebe a causa da irmã se ter metido nas drogas.
Farta do silêncio que existia entre ela e o irmão de Marta, Joana dirige-se à casa da amiga para resolver de uma vez por todas os problemas. Quando chega depara-se com o irmão da amiga no chão a ver fotos antigas de quando eles eram pequenos. Acabam os dois por desabafar e por se envolver.
No início das aulas, Joana é eleita como delegada de turma e por iniciativa de um colega, começam a escrever uma peça de teatro de nome “Amigo da onça”. O teatro aborda as drogas, o mal que elas podem fazer e é baseado no caso de Marta.
Entretanto, durante o ano lectivo muitas coisas mudam na vida de Joana.
A peça foi um sucesso, mas a avó Ju, a única confidente de Joana, adoece e acaba por falecer. Joana entra numa depressão enorme e deixa de comer. Passado a Joana, juntamente com a sua mãe, faz uma limpeza ao quarto da avó e a mãe conta-lhe que a avó gostaria que as suas coisas fossem doadas a um lar. Joana dirige-se a um lar em Cascais (terra onde a avó tinha nascido) e, ao fazer uma visita, depara-se com uma velhota que hà muito que esperava a visita das netas. Como a senhora não via nem ouvia bem, Joana acaba por fazer-se passar por uma das netas e sente-se bem pelo que fez.
Quando melhora, Joana vai visitar o irmão da amiga e encontra-o no chão em muito mau estado. Ele tinha-se metido nas drogas e agora precisava de uma dose. Joana telefonou a uns amigos com quem o irmão da Marta andava ultimamente. Uma rapariga chamada Rita acabou por trazer a droga e Joana experimentou também.
Desde esse dia, Joana perde a vontade de escrever tal como de pintar. As cartas tornam-se poucos frequentes e ela acaba por morrer devido à droga.
O irmão de Marta desintoxicou-se e no fim do livro o pai de Joana  (com quem Joana só conseguia comunicar através de bilhetes) encontra-se a ler todas as cartas que Joana tinha escrito à amiga!
publicado por lua_joana às 13:56
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

O Livro: A Lua de Joana

 

 

O nosso Clã "Five Teens" é constituído pela Andreia Cordeiro (Lider do Clã), Joana Raçoes, Karen Santiago,  Sara Brito e Sara Nunes. Somos alunas do 10º Ano, turma A,  da Escola Secundária D. João II em Setúbal.

Vamos participar no Desafio "Sapo  Challenge".!!!

sinto-me:
publicado por lua_joana às 13:07
link | comentar | favorito

.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Abril 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. ...

. Carta a Joana

. Artigo sobre a Droga

. Questionários sobre a dro...

. Reportagem sobre o livro ...

. Entrevista "imaginária" a...

. Apresentação do Clã Five ...

. Biografia de Maria Gonzal...

. Uma viagem através de... ...

. O Livro: A Lua de Joana

.arquivos

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds